domingo, 27 de novembro de 2011

Amo de mais essa música

Someone Like You
Adele

I heard that you're settled down
That you found a girl and you're married now
I heard that your dreams came true
Guess she gave you things I didn't give to you


Old friend, why are you so shy?
Ain't like you to hold back or hide from the light
I hate to turn up out of the blue uninvited
But I couldn't stay away, I couldn't fight it

I had hoped you'd see my face
And that you'd be reminded
That for me it isn't over

Never mind, I'll find someone like you
I wish nothing but the best for you two
Don't forget me, I beg
I remember you said:
"Sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead"

Sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead, yeah

You'd know how the time flies
Only yesterday was the time of our lives
We were born and raised in a summer haze
Bound by the surprise of our glory days

I hate to turn up out of the blue uninvited
But I couldn't stay away, I couldn't fight
I had hoped you'd see my face
And that you'd be reminded
That for me it isn't over

Nevermind, I'll find someone like you
I wish nothing but the best for you two
Don't forget me, I beg
I remember you said:
"Sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead

Nothing compares, no worries or cares
Regrets and mistakes, they're memories made
Who would have known how bitter-sweet
This would taste

Nevermind, I'll find someone like you
I wish nothing but the best for you
Don't forget me, I beg
I remember you said:
"Sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead

Nevermind, I'll find someone like you
I wish nothing but the best for you two
Don't forget me, I beg
I remember you said:
"Sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead"

Sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead, yeah

domingo, 26 de junho de 2011

Estranho Jeito de Amar (cont. Cap. 4)

-Que bom eu já tava preocupado com você, desde que você e o paulo terminaram que eu nãote via assim animada saindo com as meninas.
-Eu tava feliz e querendo comemorar eu to feliz eu vou gravar meu CD e você vai tocar comigo. Eu precisava compartilhar isso com as meninas e eu tava afim de comemorar coma ta e a Paulinha. O que tem pro café eu cordei com uma fome danada hoje?
-Tem pão fresco que eu comprei, comprei também pão de queijo que eu sei que você gosta.
Me levantei do sofá me espriguicei e disse indo em direção a cozinha.
-E a Bruna? Como ta o namoro de vocês?
-Ta indo ela vai vim aqui hoje a tarde!
Eu já estava me sentando numa cadeira quando eu escutei os passos do Julio atrás de mim.
-Você já falou com ela sobre o contrato?Que eu e você assinamos com a Star Record's e que em breve nós vamos gravar CD e viajar pelo Brasil!
-Não vou falar com ela essa tarde, quando ela vir aqui em casa.Isso não vai ser nada facíl!
-Eu sei eu conheço ela bem, não vai ser nada facíl falar com ela mais você terá que fazer isso.
-É eu sei no ínicio ela vai gostar o dificíl vai ser convencer ela das vigens não vai da pra ta levando ela com a gente e eu não sei se o tal K.K vai permitir isso!
Nesse exato momento o telefone tocou, eu me levntei e disse enchendo um copo com suco.
-Pode deixar eu atendo Julio, deve ser as meninas querendo falar comigo.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Como posso te esquecer?

A vida as vezes pode ser boa e as vezes pode ser cruel....
Desde ontem me faço a mesma pergunta como esquecer alguem que a gente ama,como fingir que ela nunca existiu ou que fez parte da sua vida em algum momento?
Passei o dia ontem me fazendo essapergunta varias vezes tentando buscar alguma explicação e não achei nehuma explicação para isso talvez seja porque quando a gente ama gosta de alguém de verdade a gente da a nossa vda por essa pessoa mesmo que não a conheça pessoalmente mesmo que apenas vocês se falem pelo computador trquem recados pelo orkut ou apenas bata um papo pelo msn....
Quando essa amiga essa pessoa me pediu pra mim esquece-la foi como se um buraco tivesse aberto no chão eu tivesse caido nele e desde então não consigo sair o buraco é muito fundo mas eu não vou te esquecer Bru você tera sempre um espaço no meu coração e na minha vida gosto de você como gosto da minha irmã porque você se tornou isso pra mim uma irmã e uma irmã nunca se esquece da outra por mais que esteja triste magoada arrazada por dentro elas não se esquecem uma da outra....
Meu coração doi só de pensr em ter que esquecer uma pessoa que eu aprendi amar a gostar e que fez e faz parte do meu dia a dia que me conquistou com sua simplicidade uma pessoa que só me deu amor e carinho e que sempre ta do meu lado quando mais preciso nas horas boas e ruins não não se esquece tudo isso isso a gente leva pra vida toda e eu vou e eu quero te levar para minha vida não tem outro jeito amor amizade e carinho a gente leva pra vida toda pode-sepassar mil anos que a gente nunca esquece as pessoas que nos amam e noss querem bem e que queremos bem e eu quero o seu bem sempre minha amiga quero sempre estar a seu lado pro que você precisar então não me peça pra te esquecer...

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Capa do conto Estranho Jeito de Amar


Espero que gostem da Capa resolvi fazer com a Sandy e o Junior pq o conto é inspirado numa musica da antiga dupla por isso usei eles na capa e continuem acompanhando meu conto muitas emoções vem por ai...não percam

Estranho Jeito de Amar

Capítulo 4

A noitada com as meninas tinha sido maravilhosa nós tinhamos bebido e dançado a noite toda e beijado muito mas nehum garoto havia chamado minha atenção e agora com aminha crreira se iniciando iria ser impossível arrumar um namorado.Era por volta das dez e meia da manhã quando eu acordei levntei tomei um banho e coloquei um short curto e uma camiseta prendi meu cbelo com um coque e desci para tomar meu café da manhã Julio estava deitado no sofá vendo TV, eu entrei na sala sentei no outro sofá e disse.
-Oi bom dia mano!
-Bom dia Lu e aí se divertiu ontem a noite?
-Foi legaleu e as meninas nos divertimos muito curti como não curtia a muito tempo.
-Que bom eu ja tava preocupado com você, desde que você e po Paulo terminaram que eu não te via assim animada saindo com as meninas.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Estranho Jeito de Amar (Parte final do Cap. 3)

-A eu não sei Julinho, talvez seja melhor vocês terminarem mais espera mais um pouco pra ver no que vai dar.
-Ta eu vou esperar mais um pouco antes de tomar qualquer decisão antes de contar pra Bruna.
Eu já ia falar outra vez com o Julio quando eu ouvi a voz da minha mãe do outro lado da linha e a voz dela dizendo"Alô, quem fala?"
-Alô, mãe tudo bem?!
-Oi Lu como você ta filha? Como estão as coisas por aí?
-Eu to bem mãe as coisas por aqui ta tudo bem, eu to ligando pra te dar otímas notícias!
-O que ta acontecendo Luiza? Que notícias boas são essas?
-Mãe eu to tão feliz eu ou realizar o meu grande sonho alias eu e o Julinho.
-Luiza do que você ta falando seja um pouco mais clara filha?!
Eu respirei fundo eu estava muito agitada e respondi:
-Mãe eu o Julio vamos gravar um CD nós fomos contratados hoje nós acabamos de assinar o contrato.
-Luiza filha isso é verdade?-Perguntou minha mãe meio confusa e surpresa.
-É mãe é a mais pura verdade eu e o Julio acabamos de assinar com a Star Record's eu ou gravar um CD.
-Ai meu Deus, parabéns Lu alías parabéns pro seui irmão também assim que der eu vou ai ver vocês.Eu to muito orgulhosa de vocês dois!
-A senhora vai vim ver a gente quando?Eu e o Julio estamos morrendo de saudades!
-Eu ainda não sei Lu talvez nesse fim de semana eu também estou com saudades de vocês.
-Ta bom esntão mãe, até logo beijo e se você for vim mesmo avisa a gente.
-Ta bom Luiza beijo e até logo filha!
Depois que eu desliguei o telefone eu subi para o meu quarto ntomei um outro banho liguei pra Paula e para Thais e marcamos de sairmos aquela noite pra dançar e depois eu iria contar a novidade pra elas.
Tomei um banho coloquei um vestido preto tipo tomara que caia uma sandalia preta combinando fiz um coque deixando uns fios soltos fiz uma maquiagem basica e estava saindo pra me encontar com as minhas amigas quando o Julio me viu saindo e perguntou.
-Ta saindo Lu? Vai a onde?
-Vou sair com as meninas to afim de dançar um pouco.
-Tudo bem amis vê se não chega muito tarde mana.
Ta deixa comifgo eu não vou chegar muito tarde Julio eu só to afim de dançar e comemora nosso contrato.
-Tá e você vai com quem?
Me aproximei delkedei um beijo no seu rosto e disse dando uma risada.
-Eu vou com a Paula e a Thais Julinho, não se preocupe eu sei me cuidar e vou estar com as meninas.
-Ta mas tome cuidado Lu, qualquer coisa liga que eu vou correndo te buscar.
-Ta eu ligo se precisar tchau e não me espere acordado.
Eu disse saindo e fechando a porta atrás de mim.Tudo que eu queria era sair e dançar eu estava feliz e queria comemorar o meu contrato a realização do meus onho com minhas amigas, as minhas dua melhores amigas.
Eu nem acredito que eu iria cantar gravar um Cd e ia ter meu irmão perto de mim aquele era um sonho nosso que iríamos dividir juntos.

Estranho Jeito de Amar(Cont. Cap. 3)

K.K nos levou até uma sla e nos deixou soz\inhos por uns cinco ou dez minutos mais ou menos e voltou com o nosso contrato.Ele nos explicou sobre as clausulas e termos do contrato entre outras coisas e então eu e o Julio assinamos o contrato coma Star Record's.
Se aquilo era um sonho eu não queria acordar se tudo continuasse assim logo eu estaria nas rádios,na TV estaria estampando as capas de revista daí em diante era só sucesso e muitas viagens.Depois que saimos da gravadora eu e o julio fomos para uma lanchonete comer hamburguer e tomar milkshake. Quando chegamos em casa já era de tardezinha eu joguei minha bolsa em cima do sofá tirei minhas sandálias e peguei o telefone quando o Julio perguntou.
-Vai ligar pra quem Lu?
_Pra mamãe, eu ia ligar ontem mais ficou tarde e achei melhor deixar pra hoje.E ai como foi ontem coma Bruna?
-A como sempre a gente saiu pra dançar um pouco e depois fomos pra uma festa.
Eu disquei o número do telefone da minha mãe e enquanto eu esperava alguém atender disse.
-Você vai contar pra ela sobre o contrato quando?
-Talvez mais tarde se a gente sai hoje por que Lu?
-Bom você sabe que ela é ciumenta e se a nossa carreira decolar a gente vai ter que viajar bastante.E talvez não de pra levar ela com a gente.
-O que você acha que eu devo fazer?
-A eu não sei Julinho, talvez seja melhor vocês terminarem mais espera mais um pouco pra ver no que vai dar.

Estranho Jeito de Amar (cont.capítulo3)

Quando chegamos na gravadora falei com a mesma recepcionista loira que me atenderá no dia anterior e ela me mandou junto com o Julio para a mesma sala pois o K.K estava atendendo uma banda e asim que acabasse ele iria falar com a gente.Quando chegamos a sala K.K já estava terminando de falar com a tal banda e vendo a gente ele pediu com um gesto que esperassemos um isntante.
Só então enquanto esperavamos ele terminar de conversar com a tal banda que eu pude reparar como o K.K era bonito: ele tinha por volta de 1,70 de altura, pele branca, olhos verdes e tinha musculos incriveis.Era o tipico principe encantado de todas as garotas.Então ele veio em minha direção dizendo.
-Oi Luiza, bom dia você é muito pontual e eu gosto disso nas pessoas.-Ele virou-se na direção do Julio e disse.- Esse que é seu irmão?
-K.K esse é o Julio...Julio esse é o K.K.
Julio e K.K se cumprimentaram,quando K.K perguntou.
-A sua irmã me disse que você sabe tocar alguns instrumentos e ela me disse que você toca bateria. Você poderia tocar um pouco de bateria pra mim ver?
-Claro que eu toco vai ser um prazer.
K.K então mostrou uma bateria no fundo da estudio para o julio, que se encaminhou até ela e começou a tocar Smooth. Eu pude perceber que o K.K tinha gostado do julio ele parecia estar encantado pelo jeito que o Julio tocava. Depois que o julio terminou de tocar um pedaço da música, K.K passou a mão no rosto e disse parecendo estar animado.
-Bom...Julio parece que a sua irmã tinha razão você toca muito bem com ela cantando e você tocando vocês vão arrazar eu vou pegar os contratos agora mesmo pra vocês assinarem.Me acompanhem até a minha sala.
Era impressionante como tudo parecia estar dando certo.Eu iria assinar um contrato e ia ter meu irmão mais velho tocando comigo meu caminho pro estrelato estava só no começo.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Oie Pessoal

Oie gente é o seguinte to trabalhando vai fazer tres meses por isso eu dei uma sumida aqui do blog mais vou ter q me organizar e em breve teremos postes vou atualizar vcs de tudo posta fotos meus textos e tudo o q vcs sabem q eu posto e novidades vem por ai...
Por enquanto é só bjos fquem com deus...

segunda-feira, 28 de março de 2011

Entardecer II (Segunda Temporada)

Capítulo 1 As Motos



Tudo tinha voltado ao normal desde que Renesmee tinha sofrido o seqüestro e ido parar nas mãos dos Volturi. O dia tinha amanhecido nublado e chuvoso nenhuma novidade para uma cidade como Forks só assim podíamos sair sem chamar a atenção.
Aquela manhã Nessie não teria aula por isso ela estava esperando por Jacob eles iriam andar de moto, Jacob estava ensinando ela à pilota uma moto eu não gostava de admitir mais aquilo me assustava um pouco.
Nessie estava sentada no chão da varanda quando me aproximei dizendo.
-Esperando o Jacob filha?
-Sim mãe nós vamos andar de moto hoje lembra?
Me dava arrepios só de pensar na minha filhinha andando por ai de moto com o Jacob aquilo me deixava um pouco preocupada afinal Renesmee era meio humana e podia se machucar a qualquer momento se não tomasse cuidado.
-Ta tudo bem mãe?-Perguntou-me Nessie me tirando dos meus pensamentos.
-Sim meu amor eu só estava um pouco distraída!
-Mãe não precisa se preocupar...
--Da pra ver na sua cara mãe essa historia das motos te deixa preocupada não é mesmo?Do que você esta falando Renesmee?
-Da pra ver na sua cara mãe essa historia das motos te deixa preocupada não é mesmo?
Não tinha jeito Renesmee tinha puxado ao Edward eu não conseguia esconder nada dela meso quando estava com meus pensamentos bloqueados.
-É Renesmee essa historia das motos me assusta um pouco!Não só a mim como seu pai também eu sofri um acidente de moto quando era humana e não quero que isso aconteça com você Nessie.
-Não vai me acontecer nada mãe eu e o tio Jacob estamos tomando cuidado!
-Esta bem mais tome muito cuidado é perigoso.
-Ta bom mãe eu tomo cuidado.
-Agora entre você já tomou café?Você ta com cara de quem está com fome querida!
Renesmee se levantou e disse se espreguiçando.
-A vovó já preparou meu café?
-Esme esta ocupada mais eu preparo seu café, você precisa se alimentar direito mocinha!

Galera Novidades....

Gente eu adoro escreve e isso todas(os) vocês sabem né ent~çao sei la eu tava de bobeira aqui em casa e tive uma ideia maraviilhosa que vou compartilhar com vcs agora....Todo mundo sabe q eu escrevi uma meio q continuação pra Saga Twilight neh escrevi uma estoria pos Amanhecer que se chama Entardecer eses dias eu tava de bobeira em frente o PC e comecei a escrever a segunda tempora espero q ela fique tão boa quanto a primeira vou postar o que etenho escrito do primeiro capítulo pra vcs e espero que voces gostem ainda não tive tempo de pensar direito na historia e nem na capa por isso sejam comprensivos comigo galera.E pra aqueles qu estaão acompanhando eu não vou dexa de postar Estranho Jeito de Amar vou tentar intercalar os postes.
Bom é isso agradeço desde já a atenção de todos vocês meu muito obrigado!!

sexta-feira, 18 de março de 2011

Estranho Jeito de Amar (continuação do cap. 3)

Ta bom eu já to indo, e a próxima vez que você me acordar desse jeito eu mato você sua maluca.
Eu sabia que ele estava brincando sobre me matar por isso dei risada e saí do quarto. Preparei torradas e suco de laranja pro café, e fiz uma salada de frutas pra nós eu estava terminando de tomar meu café quando Julio entrou na cozinha dizendo.
-Tá pronto já o café Lu? To morrendo de fome!
-Tá sim eu fiz torradas, suco de laranja e salada defrutas.
-Você já está pronta?
-Tô pronta já só vou lá em cima pegar minha bolsa e o meu celular.
Eu me sentia a pessoa mais feliz de todo o mundo finalmente eu iria gravar meu CD e ser famosa eu tinha nascido pra cantar e a música sempre me atraiu desde que eu era uma menina.Depois do café Julio e eu fomos para a Star Record's para ele fazer o teste dele e assinarmos nosso contrato.
Quando chegamos na gravadora falei com a mesma recepcionista loira que me atenderá no dia anterior e ela me mandou junto com o Julio para a mesma sala pois o K.K estava atendendo uma banda e assim que acabasse ele iria falar com a gente.

terça-feira, 15 de março de 2011

Estranho Jeito de Amar ( Continuação do Cap. 3)

Ele se reexeu na cama mudou de posição e resmungou algo do tipo: "me deixa em paz" ou "ta cedo ainda Lu só mais cinco minutos." Sacudi o Julio com mais força dessa vez eu não iadesisti ate fazer ele acordar.
-Anda Julio acorda vai, levanta de uma vez moleque.
Ele não se movia de jeito nehum por mais que eu sacudisse pensei durante alguns segundos e cheguei a conclusão de que só havia um jeito dele acordar apoiei meu joelho na beira da cama me inclinei e usando toda a minha força empurrei ele par fora da cam.Julio caiu no chão do outro lado da cama fazendo um barulho meio seco e alto ele me olhou parecendo bastante aborrecio e disse.
-Que droga Lu isso é jeito de me acordar? Onde é o incendio por que ocê ta me acordando tão cedo?!
-Sim isso é jeito de te acordar você se esqueceu que temos qu estar na Star Racord's agora de manhã?Anda levanta vai escovar os dentes e se arrumar enqaunto eu preparo nosso café!
-Ta bom eu já to indo, e a próxima vez que você me acordar desse jeito eu mato você sua maluca.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Divulgação

Oie galera to aqui pra divulgar um especial q ta acontecendo no blogscandal da minha amiga Danny Se vc é fã da família Lima ou conhce o trabalho da Dexter projeto do Amon(familia Lima), DJ Julio Torres e Junior Lima(irmão da Sandy)...E tem curioidade de saber sobre o trabalho da familia Lima ou do projeto Dexter do violinista Amon Lima aproveite a chance e mande sua pergunta pois la no blogscandal ter uma entrevista com o Amon feita pela Danny as perguntas devem ser mandadas ate março então corram e mandem suas perguntas as melhores serão selecionadas e feitas pra ele quem tiver interesse de participa corra e mande sua pergunta mais informações na pagina do blog.
clique aqui

Montagem minha pra vcs

sábado, 19 de fevereiro de 2011

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Estranho Jeito de Amar Capítulo 3

Acordei bem cedo no dia seguinte escovei os dentes,tomei um banho e fui me arrumar pensando no que eu iria usar a ocasião merecia uma roupa especial e eue estava nervosa e anciosa depois de revirar meu guarda roupa inteiro me decidi por uma calça jeans preta e um top roxo e uma jaqueta jeans por cima.Em seguida fui cuidar da maquiagem passei sombra lilás nos olhos, lapís preto e rímel e glos nos lábios deixei os cabelos soltos naquela manhã a caminho da cozinha passei pelo quarto do Julio eu tinha certeza que ele devia estar dormindo ainda depois da noitada com a Bruna.
Abri a porta e ele estava deitado na cama dormindo todo esparramado, me aproximei da cama e disse sacudindo ele.
-Julinho acorda mano, a gente precisa ir pra Star Record's levanta vai.
Ele se remexeu na cama mudou de posição e resmungou algo do tipo: " me deixa em paz" ou "ta cedo Lu só mais cinco minutos". Sacudi o Julio com mais força dessa vez eu não ia desisti de fazer ele acordar.

Estranho Jeito de Amar(parte final do capítulo 2)

-Tá legal você ta certa, vai ser muito bom continuar tocando com você.
-É assim que se fala mano nós dois vamos ganhar o mundo. Bom eu vou subir e descansar um pouco antes de ligar pra mamãe ela vai ficar tão feliz.
Eu finalmente ia consegui realizar meu sonho eu iria gravar o meu CD. Entrei no meu quarto tirei as sandalias e me joguei na cama pensando em tudo que tinha acontecido eu ia precisar compor e ali mesmo acabei pegndo no sono quando acordei já era noite com o Julio me acordando.
-Lu acorda, maninha acorda.
Me virei na cama e disse afastando os cabelos dos meus olhos.
-Julio, o que aconteceu? Que horas são?
-Não aconteceu nada Luiza, só te acordei pra dizer que eu vou sair com a Bruna e não tenho hora pra voltar.
Olhei o relógio na minha mesinha de cabeceira e vi que ja eram 20H40min, soltei um bocejo e disse.
-Ta mas não chega muito tarde, lembre que temos que estar amanhã cedo na Star Record's.
-Não se preocupe Lu, eu não vou dar furo amanhã.
Me espreguicei levantei da cama e disse passando a mão no meu rosto.
-Ta bom então, eu vou comer alguma coisa trocar de roupa e vê se consigo falar com a mamãe.
Eu desci as escadas meia sonolenta com o Julio ao meu lado ele saiu e eu fui preparar um lanche, fiz um sanduiche e fui pra sala ver TV enquanto fazia o lanche achei melhor ligar para minha mãe no dia seguinte depois de assinar o contrato com a gravadora. Ja passava das dez horas da noite quando resolvi voltar pra cama eu precisava ter uma boa noite de sono pra estar disposta no dia seguinte.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Continuação do POV Edward(Capítulo 4 de Um Vamiro Em Minha Vida)

-Oi, bom dia Edward tudo bem?!
-Oi bom dia Bella.
Ela se sentou em seu lugar de costume colocou seu fichário sobre a mesa e perguntou ainda sorridente.
-E a Alice como ela está ela veio hoje quero muito falar com ela?!
-Sim ela veio vocês são parceiras na aula de espanhol, acho que ela deve ter aula de espanhol hoje ela também está ansiosa pra ver você. Minha irmã gostou muito de você pelo que parece vocês se deram muito bem.
Pelo canto do olho vi Isabella ficar envergonhada suas bochechas ficaram rosadas, ela deu uma risada e disse.
-É a gente se deu muito bem... Sua irmã é bem legal!
Engoli com uma certa dificuldade ao sentir o cheiro do sangue dela, o sangue dela tinha um cheiro ótimo para mim um cheiro tão bom que chegava a ser irresistível mais eu precisava me controlar eu não poderia atacar Isabella ou acabaríamos tendo sérios problemas.
Respirei pela boca soltei o ar de vagar e disse olhando-a nos olhos.
-Eu sei disso ela consegue cativar todo mundo ela é um doce de pessoa eu adoro a Alice.
Depois disso o professor entrou e deu início a aula, e eu e Bella conversamos pouco depois disso.
(FIM POV EDWARD)

A aula de biologia tinha sido normal eu e Edward tínhamos conversado bem pouco, ao que parecia ele não estava muito animado para conversas aquela manhã ele estava sério de mais parecia que algo tinha acontecido como se eu tivesse falado ou feito alguma coisa errada.
Minha segunda aula era de história, Mike e Jessica faziam parte da minha turma nessa aula, ele era o meu parceiro em história. Eu estava sentada no meu lugar rabiscando numa folha do meu fichário quando Mike se aproximou e disse sentando-se do meu lado.
-Oi Bella tudo bem?Como vai o namoro com o Jacob?!
-Oi Mike, ta tudo bem sim, meu namoro com o Jacob não podia estar melhor eu gosto muito dele ele é um cara legal. E você como você está?
Ele colocou o caderno dele sobre a mesa e disse colocando a mochila ao lado dele no chão.
-Eu to bem também, é verdade que você tem aulas com dois dos alunos novos?!
-É verdade eu tenho aulas com dois dos alunos novos eles parecem ser bem legais eu fiz amizade com eles. Como você soube disso?
Mike encolheu os ombros e disse tamborilando os dedos na mesa.
-Eu ouvi alguns comentários quando cheguei hoje cedo.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Estranho Jeito de Amar (continuação do Capítulo 2)

-É que meu irão... Ele toca comigo e eu só assino e ele puder tocar comigo.
-Então faz o seguinte, volta amanhã e traz ele com você e a gente ve no que da. O que ele toca?
-O Julio toca de tudo violão, guitarra, baaixo e bateria e as vezes canta também.
Ele pensou por uns minutos e disse:
-Ta bom eu contrato ele também, mas é bomque ele toque bem como você diz ou cancelo tudo.
-Obrigada mesmo K.K você naõ vai se arrepender.
Ele estendeu a mão pra mim e disse.
-Espero mesmo que não me arrependa Luiza, bom esteja aqui amanhã as 11h00min, até amanhã.
Eu não acredito meu sonho estava prestes a se realizar depois de tanto tempo batalhando eu ia gravar meu CD e o Julio meu irmão e melhor amig iria tocar comigo ele batalhará tanto por isso quanto eu.Eu precisava ligar pra minha mãe e contar a novidade ela ia ficar tão orgulhosa.Quando cheguei em casa Julio estava na sala tocando violão praticando um pouco, assim que entrei ouvi ele dizer.
-E então Lu, como foi lá na gravadora?Deu tudo certo?
Me aproximei do Julio e disse sentando ao lado dele no sofá.
-Por onde você quer que eu comece?
-Pelo começo mana, como foi o teste?Me conta tudo o que aconteceu Lu?!
-Eu cheguei lá procurei o tal K.K e fiz meu teste,e ele gostou de mim e vai contratar a gente. Nós temos que ir lá amanhã cedo.
Julio parou de tocar o violão e disse meio confuso.
-Como assim contratar a gente?
-Eu disse pro K.K que eu só assino, se você tocar comigo ou eu não aceito assinar om eles.
-Você não devia ter feito isso lu, você precisa realizar o seu sonho.
-Droga Julio esse é o nosso sonho você também toca e canta tão bem quanto eu, eu tenho certeza que o K.K vai gostar de você.
-Tá legal você ta certa, vai ser muito bom continuar tocando com você.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Continuação do Capítulo 2 de staranho Jeito de Amar

My love
There's only you in my life
The only thing that's right
My first love
You're every breath that I take
You're every step I make
And I
I want to share
All my love with you
No one else will do
And uyou eyes
(you eyes, you eyes)
They tell me how much you car
Oh, yea you will always be
My endlles love
Eu ia começar a cantar a segunda parte da música quando o K.K disse bastante animado.
-Hã Luiza... Me diz uma coisa, quando voce descobriu que queria ser uma cantora?!
-Eu devia ter uns 13 anos mais ou menos, mais porque você ta me perguntando isso?
-Você tem talento Luiza e isso é um fato, cocê canta muito bem e eu quero contratar você.Você tem potencial e eu aposto nisso. O que voce me diz?
Eu comecei a ri, eu tinha recebido uma proposta de uma gravadora eu ia gravar um CD pela Star Record's?
-Você está falando sério? Vocês querem mesmo m contratar?Isso não é uma brincadeira?
-Gata você tem tudo pra ir longe, você canta bem, é bonita e sei qu por de trás dessa timidez você deve ser muito carismatica.E então o que você me diz posso mandar prepara seu contrato?
-Sim claro que sim,mais tem uma coisa?!
Ele me olhou de um jeito meio irritado e perguntou.
-Que coisa?
-É que meu irmão...Ele toca comigo e eu só assino se ele puder tocar comigo.

































domingo, 13 de fevereiro de 2011

Estranho Jeito de Amar (continuação do Capítulo 2)

Segui direitinho as instruções da recepecionista, eu sentia um frio enorme na barriga eu sentia medo e alegria ao mesmo tempo mais aquela era a minha grande chance.Olhei em volta e achei a porta que a secretaria havia me indicado, e parei por um minuto e agora eu batia ou entreva direto?
Respirei fundo procurando me acalmar ajeitei minha roupa e bati n porta e ouvi alguém dizer: "Entra a porta ta aberta."
-Com licença...
Eu entrei numa sala de aparelhagem de som, um estudiode gravação para sser mais exata.
-Em que eu posso te ajudar mocinha?
-Eu vim procurar o K.K ele me ligou pra mim vim fazer um teste hoje.
-Você deve ser a Luiza, u estava msmo esperando você. E aí preparada pro seu teste?
-Sim eu estou preparada pro meu teste.
Ele me olhou dos pés a cabeça e perguntou com uma voz séria.
-Então o que você vai cantar?
Ai droga e agora o que eu vou cantar?Pensa rápido Luiza... Qual música eu devocantar, ja sei respirei fundo disse.
-Eu vou cantar a música favorita da minha mãe, Endless Love.
-Pode começar,vamos ver como você se sai.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Estranho Jeito de Amar Capítulo 2

Eu estava nervosa, nada poderia dar errado peguei o ônibus que ia até o centro que ia até o centro da cidade onde ficava a Star Record’s cheguei lá as 14h00min em ponto me dirigi até a recepção e disse gaguejando para a recepcionista loira dos olhos verdes que estava no balcão.
-É... Oi meu nome é Luiza. O K.K me ligou hoje cedo e marcou um teste comigo pra está tarde.
A loira sorriu pra mim e disse gentilmente.
-Acalme-se meu bem não precisa ficar nervosa. Eu vou avisar ao K.K que você chegou.
Ela tirou o telefone do gancho apertou um botão falou com alguém e desligou e virando-se para mim disse.
-Pode subir pegue o elevador até o terceiro andar siga direto no corredor e entre na segunda porta a direita.
-Está bem obrigada!
Segui direitinho as instruções da recepcionista, eu sentia um frio enorme na barriga eu sentia medo e alegria ao mesmo tempo mais aquela era a minha grande chance.

Estranho Jeito de Amar Parte Final do Capítulo 1

-É tem a ver com o telefonema sim, eu acabei de falar com o K.K da Star Record’s ele ouviu o CD que eu mandei e adorou e eu vou fazer um teste com ele hoje.
-Isso não tem graça Luiza, tá querendo tirar um barato da minha cara logo cedo é?!
Enchi um copo com suco de laranja e disse tomando um gole.
-Eu não to de zoação Julio eu acabei de falar com ele, depois de termos varado a noite tocando naquela festa você acha mesmo que eu estaria fora da cama antes da hora do almoço?!
Ele pareceu analisar a situação durante alguns minutos, segundos talvez e disse meio incrédulo.
-Ah meu Deus... É sério então, você vai fazer um teste na Star Record’s? Parabéns mana, que horas é o teste?
-Ele marcou comigo às 14h30min, se tudo der certo nós seremos famosos e faremos sucesso no mundo todo.
Julio veio em minha direção me fez levantar da cadeira me abraçou e disse.
-Boa sorte mana eu vou torcer por você, eu nem acredito que você vai ser famosa Lu!
Dei um beijo no rosto do meu irmão e disse me afastando um pouco.
- Nós se eles me quiserem mesmo, vão ter que acrescentar você no pacote afinal esse é o nosso sonho. Tenho que ir agora mano me deseja sorte.
Peguei uma maçã da fruteira em cima da mesa da cozinha e sai apressada eu estava quase fechando a porta quando eu ouvi a voz do Julio dizendo: “Boa sorte Lu, vai arrebenta mana”.
*****

Estranho Jeito de Amar

Capítulo 1

Tudo o que eu mais queria na vida era ser uma cantora muito famosa e achar alguém que me amasse de verdade e me fizesse muito feliz.
Três vezes por semana eu canto com meu irmão num barzinho, mas essa noite a gente ia tocar numa festa, eu estava nervosa ia ter muitas pessoas lá e eu não estava acostumada com uma platéia grande.
A festa era de um amigo do amigo do meu irmão, a casa tava lotada e tinha um espaço pra gente tocar na garagem da casa.
Eu e meu irmão subimos no palco improvisado e pedimos a atenção do publico nos apresentamos e começamos a tocar comecei cantando Bring Me To Life do Evanescence enquanto meu irmão tocava violão. A galera parecia adorar a gente cantando, eles pediam a musica e a gente cantava eu sabia cantar varias musicas.
Tocamos a noite toda ate quase o dia amanhecer, eu estava exausta o amigo do meu irmão deu uma carona pra gente na volta.
Sempre que eu e meu irmão tocávamos até de madrugada eu dormia até tarde no dia seguinte. Eu ainda estava deitada quando o telefone na minha mesinha de cabeceira tocou. Me remexi na cama sem a mínima vontade de acordar, - e o telefone não parava de tocar -. Estendi o braço e atendi finalmente o telefone eu inda estava meio sonolenta.
-Alô.
-Alô, eu queria falar coma Luiza por favor.
-Sou eu quem está falando?
-Eu sou da gravadora Star Record’s, eu acabei de ouvi o CD que você mandou pra gente e meu bem acredite você tem talento. O que você acha de fazer um teste com a gente está tarde?!
Eu não podia acreditar aquilo só podia ser um sonho... É eu estava sonhando e eu não queria acordar aquilo era bom de mais pra ser verdade.
-Teste? Claro eu... A que hora eu devo estar aí?
-Esteja aqui às 14h30min me procure assim que você chegar diga na recepção que você quer falar com o K.K que eu marquei um teste com você está tarde.
-Ta eu estarei ai às 14h30min em ponto.
Eu não acreditava na minha sorte eu teria um teste naquela tarde na Star Record’s, meu sonho estava prestes a ser realizado. Me virei na cama e coloquei e coloquei o telefone de volta no lugar e olhei o despertador que ficava junto do telefone na mesinha de cabeceira e vi as horas eram 10h30min levantei da cama num pulo fui escovar os dentes e tomar um banho.Tomei um banho rápido sai do banheiro enrolada numa toalha enquanto eu cantarolava baixinho, abri meu guarda roupa em busca da roupa perfeita.
O que eu iria usar? Remexi no guarda roupa até achar a roupa certa: uma blusa de ombro caído na cor vermelha e uma calça jeans e pra completar uma sandália de tirinhas pretas de salto baixo. Prendi meu cabelo num coque frouxo, passei sombra e rímel nos olhos, passei um glos nos lábios e desci meu irmão Julio estava acordado já e preparava nosso café da manhã.
-Bom dia Lu, o que aconteceu não é cedo pra você estar fora da cama? – Perguntou ele num tom de deboche.
-Bom dia Ju, você não vai acreditar no que aconteceu, eu estou tão feliz.
-O que aconteceu? Tem alguma coisa a ver com o telefonema que você recebeu?
Sentei numa cadeira e disse enquanto batia o pé no ritmo da música que eu cantarolava.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Trechinho do cap. 4 Um Vampiro Em Minha Vida)

Quando entrei na sala Edward já estava no seu lugar, porque ele tinha que ser tão lindo e discreto ao mesmo tempo... Se eu pelo menos não tivesse namorado, não que Jacob fosse feio ele era lindo e era meu, mas o Edward irmão da Alice é realmente lindo.

POV Edward

Eu estava sentado esperando a aula começar tentando parece um aluno normal como os demais sem querer chama a atenção para mim mesmo, quando eu a vi entrar na sala a primeira coisa que captei foi seu pensamento: “Se eu pelo menos não tivesse namorado, não que Jacob fosse feio ele era lindo e era meu, mas o Edward irmão da Alice é realmente lindo.” Isabella não estava apaixonada por mim estava? Ela não podia se apaixonar por mim aquilo estava fora de questão seria muito arriscado e se ela fosse muito esperta ficaria longe de mim...
Preciso dar um jeito de fazer com que ela desista disso ela não pode se apaixonar por mim.
Ela vinha em minha direção, Isabela parecia bem animada àquela manhã ela se aproximou de seu lugar e disse sorridente.
-Oi, bom dia Edwrad tudo bem?!
-Oi bom dia Bella.

Lembranças do Passado (continuação do capítulo 3)

-Tudo bem eu vou pensar mas me deixa em paz eu preciso pensar com calma enquanto isso você vai ficar bem longe de mim ou eu conto tudo para o Fernando!
-Não se preocupe boneca eu vou ficar bem longe de você pelo menos eu vou tentar ficar bem longe de você!
Raquel levantou-se rapidamente soltou o cavalo, montou e saiu trotando o mais rápido possível para bem longe dali. Se as coisas continuassem assim ela iria acabar enlouquecendo, e acabaria perdendo o homem que tanto amava por causa de um caseiro idiota que estava começando fazer com que ela começasse a sentir nojo de si própria, era como se ela tivesse virado uma prostituta apenas em busca de puro prazer e nada mais, e agora ela estava começando a se dividir entre Fernando e Alexandre.
Ela não amava Alexandre, pelo contrário o modo desdenhoso como ele a tratava era odioso era inadmissível que um empregado a tratasse daquele modo, mas ele sabia muito bem fazer uma mulher se sentir maravilhosamente bem em seus braços e sempre querer viver mais aqueles momentos maravilhosos que ele proporcionava.
O que mais à preocupava nessa história toda era Fernando, Raquel tinha medo da reação dele quando soubesse estava sendo traído eles eram tão felizes juntos o Fernando a amava muito eles haviam se conhecido quando ela tinha dezessete anos e ele tinha vinte e um anos. Eles haviam namorado durante cinco anos e se casaram em 84, quando Julio César estava com dois anos, e agora tudo estava prestes à ter um fim muito dolorido para os dois ela também o amava muito ela aprendera à ser feliz ao lado dele, Fernando era um ótimo marido sem contar o pai maravilhoso que ele era para seus filhos, Julio César amava muito seu pai além de gostar muito de suas irmãs e não se importava nem um pouco de dividir a atenção com elas. Por que tinha que acontecer isso com ela? Justo agora que ela e Fernando estavam vivendo uma fase tão boa no casamento deles com o nascimento de Elisabeth e Stephany.
Por mais que ela tentasse negar, Raquel estava começando a se apaixonar por Alexandre e isso estava deixando-a muito angustiada e aborrecida, seu pai nunca aceitaria isso, jamais ele aceitaria que sua filha largasse seu marido para ter uma “aventura” com um caseiro acabando com um casamento feliz e saudável só porque estava apaixonada.
Quando ela chegou em casa, foi ate a cozinha e disse com uma voz bastante seria:
-Esperança você está muito ocupada?- A empregada então respondeu no mesmo tom.
-Não senhora Raquel, por que a senhora deseja alguma coisa? A senhora parece abatida aconteceu alguma coisa?
-Não aconteceu nada Esperança, é só um pouco de dor de cabeça me prepare um chá e leve no quarto das gêmeas pra mim, por favor!
-Está bem dona Raquel eu vou preparar o chá e subo dentro de dez minutos levando o chá pra senhora.
-Muito obrigada Esperança você é realmente maravilhosa, se alguém ligar pra mim seja quem for diz que eu não to e que ligo mas tarde!
-Tudo bem senhora Raquel se alguém ligar eu digo que a senhora saiu e que assim que chegar eu peço pra senhora ligar.
-Bom eu vou subir e vê se não demora muito com o chá, por favor, ou eu vou enlouquecer com essa dor de cabeça que eu estou.
Raquel subiu as escadas lentamente, e foi até o quarto das gêmeas que estavam dormindo no berço como dois anjinhos. Ela se aproximou do berço de Elisabeth e disse observando a filha dormir tranquilamente:
-Meu anjinho, sua mãe está com um problema sério e que não sabe o que fazer para solucioná-lo!
Nesse momento Esperança bateu na porta e disse:
-Dona Raquel o chá está pronto, posso entrar?! –Raquel então disse com uma voz abatida.
-Entre, por favor, Esperança à porta está aberta!
Esperança entrou com uma bandeja na mão e disse com uma voz séria.
-Além do chá, a senhora quer algum comprimido, ou algo do tipo?
Raquel pegou a xícara da bandeja e respondeu com uma voz rouca:
-Não Esperança muito obrigada, eu estou precisando ficar sozinha pra pensar com calma tudo está tão confuso na minha cabeça.
-Então eu vou descer pra começar a preparar o almoço! Se precisar de alguma coisa é só me chamar que eu venho correndo dona Raquel!
Raquel sorriu tristemente e respondeu:
-Não se preocupe Esperança eu não vou precisar de nada a única coisa que eu quero é ficar perto dos meus dois anjinhos!Pode ir agora Esperança!
-Está bem dona Raquel, com licença!
Esperança deixou Raquel sozinha no quarto, a empregada estava muito preocupada fazia muito tempo que Raquel não ficava daquele jeito desde que receberá a notícia da morte de sua mãe.
Raquel sentou-se numa poltrona e começou a tomar o chá em pequenos goles, enquanto se recordava da época em que ela e o Fernando namoravam. Os dois tinham se conhecido numa discoteca, Raquel estava com as amigas se divertindo, e Fernando estava apenas com a companhia de Edmundo seu melhor amigo. Raquel e Fernando haviam se esbarrado na pista de dança, e depois de conversarem um pouco e se conhecerem melhor eles trocaram o primeiro beijo e começaram à namorar.Eram tantas as recordações maravilhosas que ela tinha da época em que eles namoravam e agora praticamente nove anos depois tudo estava por um fio.Ela seria mesmo capaz de abandonar tudo para viver uma aventura? Só porque ela podia estar apaixonada por um outro homem!
Aquilo não seria justo com o Fernando e muito menos com ela mesma, pois ela sabia muito bem que ela poderia sair ferida daquela história toda. Mas ela estava muito balançada com aquilo tudo era tão bom se sentir desejada e amada mesmo que fosse nos braços de outro homem. E naquela noite Raquel estava em seu quarto preparando-se para deitar quando Fernando entrou e disse com uma voz preocupada.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Capítulo 4 A Viagem para Jacksonville

Na manhã seguinte, eu e Ângela acordamos cedo e nos arrumamos para ir para colégio servi o café da manhã de Charlie depois eu e a Ângela tomamos o nosso café e fomos para o colégio. Eu e Ângela chegamos ao colégio na maior animação era sempre assim depois de uma noite nossa de estudos, ou simplesmente noite de garotas como nós chamávamos nossos encontros para estudos eu e ela não parávamos de falar falando sobre nossos namorados, amigos e outras coisas. Minha primeira aula era de Biologia onde Edward Cullen era meu parceiro ele parecia ser tão legal quanto à irmã eu e Alice tínhamos nos dado muito bem ela tinha estilo e era legal para uma novata. Olhei em volta para ver se via Alice e os irmãos mais não os vi, mas eu sabia que eles tinham ido para o colégio, pois o volvo prata estava no estacionamento do colégio.
-Está procurando por quem Bella? – Perguntou Ângela um pouco curiosa.
-Hum... Pelos alunos novos!
-Você vai me apresentar a Alice como tinha prometido não vai?
Dei uma risada e disse passando a mão pelo cabelo.
-É claro que sim Angel, se tudo der certo te apresento pra ela na hora no almoço.
-Obrigada Bella, bom é melhor irmos pra sala ou vamos nos atrasar... Qual é a sua primeira aula hoje?!
-Biologia e a sua?
Ângela pensou um pouco e respondeu trocando a mochila de ombro.
-Espanhol.
-A gente se vê na aula de cálculo mais tarde?
-Sim e valeu pela força ontem eu tava mesmo precisando de ajuda Bella.
-Sem problemas Angel, até mais tarde!
Despedi-me de Ângela e eu fui direto para a aula de Biologia, nós íamos dar continuidade na aula sobre o DNA humano uma das aulas que eu mais detestava, eu não tinha muita paciência quando se tratava de cromossomos e coisas do tipo.

Trecho final do capitulo 3

-Hã... Bom nós... Não nós não fizemos sexo ainda porque Bella?
-Bom... É que eu e o Jacob... Nós dois estivemos bem perto de fazer isso hoje à tarde... Minha sorte foi que a Renée ligou para mim bem na hora.
Ângela ficou surpresa ao ouvir o que eu disse, ela abriu a boca fechou e finalmente disse ajeitando os óculos.
-Uau Bella, sério mesmo?
-Arrã... Por um lado eu senti alivio mais pelo outro fiquei triste. Acho que eu ainda não estou preparada!
-Sei como é Bella eu e o Eric já tentamos, mas não deu certo também quase fomos pegos pela minha mãe.
Eu e Ângela demos risadas juntas e depois voltamos a nos concentrar nos estudos, ficamos estudando ate tarde aquela noite era sempre bom ajudar Ângela a estudar desde que eu e Jessica tínhamos rompido coma amizade que Ângela se mostrara uma amiga dedicada e fiel ela me compreendia melhor do que Jessica as vezes.

Dica de livro

Gente essa semana eu li outro livro do Nicholas Sparks muito bom chama-se O Resgate que conta a huistoria de Denise Holton e seu filho Kyle ela é mãe solteira e se esforça pra da uma vida boa ao seu filho e ajuda-lo a vemncer o problema de fala que ele tem ate que um dia ao sofrer um acidente de carro Denise conhece Taylor um bombeiro solteirão que carrega a culpa de algo que ele pensa ser culpado algo em reçlaação a morte de seu ele nunca levou um relacionamneto muito a serio....Não até conhecer denise e seu filho o pequeno Kyle e a ultima coisa que ele queria era se a apaixonar...
Ficaram curiosos para savber o final do livro então leiam: O Resgate de Nicholas Sparks. E tenham uma boa leitura.

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Mais um trecho do cap.3

-Boa noite Bella!
-Boa noite pai.
-E ai tudo bem por aqui? Alguma novidade?
-Tudo bem sim pai, to terminando de esquentar a comida. Falei com a mamãe hoje cedo.
-Ta tudo bem coma Renée? Ela está em Jacksonville? O que ela queria Bells?
-Ela me chamou pra passar o fim de semana com ela, eu posso ir né pai?
-Como vão as coisas no colégio? Você pode perder aulas?
-Ta tudo bem no colégio e eu disse pra Renée que eu ia depois que saísse do colégio eu não vou perder aula pai!
Charlie lavou as mãos na pia foi até a geladeira e disse pegando uma latinha de cerveja.
-Se é assim então não tem problema... O Jacob vai com você?
-Vai sim se o Billy deixar... A mamãe chamou ele também!
-Tudo bem pode ir então, quando você volta pra casa?
-Eu vou estar de volta em casa na segunda feira de manhã bem cedo.
Depois disso eu servir o jantar para Charlie,depois do jantar Charlie foi ver TV como sempre foi ver o canal de esportes ele era viciado em futebol e beisebol...
Após o jantar eu lavei e guardei toda a louça, arrumei a cozinha e subi para meu quarto para ouvir musica enquanto esperava Ângela chegar para estudarmos.
Ângela chegou faltando dois minutos para sete horas, ela era sempre pontual nunca se atrasava para nossos encontros resolvemos estudar no meu quarto já que Charlie estava assistindo televisão e o barulho poderia atrapalhar nossa concentração.
Eu estava ajudando Ângela a desvendar o mundo das equações de x+y=x quando Ângela perguntou um pouco curiosa.
-Hã... Bella, e o Jacob vocês se falaram depois das aulas eu vi você indo embora sozinha?!
-Sim ele veio aqui em casa, ele ficou um pouco chateado por eu não ter esperado ele depois da aula.
-Vocês fizeram as pazes então?
-É nós fizemos as pazes, embora ele não tenha gostado muito de saber que eu falei com outro Cullen!
-Como assim? Você teve aula com outro Cullen?
Mordi os lábios e disse dando uma risada.
-É eu tive aula com um dos irmãos da Alice ele é meu parceiro na aula de espanhol o nome dele é Edward.
-Hum legal e o que o Jacob achou disso?
-Ele ficou um pouco aborrecido, mas entramos num acordo de que ele não vai mais interferir na minha amizade com a Alice ou com o Edward. Ângela eu posso te fazer uma pergunta?
-Claro Bella algum problema?!
-Você e o Eric... Vocês dois já...
-O que tem eu e o Eric Bella? O que você quer saber Bella? –Perguntou Ângela um pouco confusa sem entender nada.
Como eu ia pergunta para Ângela se ela e o Eric já haviam feito sexo, logo eu a menina mais popular do colégio não sabia como pergunta isso a ela.
-Você e o Eric já fizeram... Sexo?
Eu vi o rosto de Ângela corar de vergonha, ela remexeu suas mãos meio que sem jeito e respondeu.
-Hã... Bom nós... Não nós não fizemos sexo ainda porque Bella?

Montagens da Soh




Espero q vcs gostem galera...

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

um pouco do Cap. 3

Desde que eu viera morar com meu pai em Forks, eu tinha visto Renée no máximo três vezes e eu já estava com saudades dela. E a idéia de ver minha mãe no final de semana me deixou muito empolgada.
-Eu gostei da idéia mãe, vai ser ótimo ver a senhora eu já estava ficando com saudades.
-O seu pai não vai achar ruim? E o colégio eu não quero atrapalhar seus estudos Bella!
-Eu vou falar com o Charlie e amanhã depois da aula eu vou direto para Jacksonville assim não atrapalha as aulas... Tem problema se eu levar o Jacob?
-Pode trazer o Jacob querida não tem problema nenhum, me liga depois pra dizer se você vem mesmo Bella. Eu tenho que desligar, até logo querida.
-Até logo mãe!
Ia ser bom passar o fim de semana em Jacksonville, ia ser bom um pouco de sol pra variar. Voltei para perto de Jake no sofá e disse me sentando ao lado dele.
-Era a minha mãe, ela ligou para me chamar para passar o fim de semana com ela, ela disse que se você quiser pode ir comigo. Será que o Billy deixa você ir?
-Vou falar com ele essa noite, mas ele vai deixar sim bom tenho que ir agora Bella, te vejo amanhã no colégio.
-Ta a gente se vê amanhã no colégio então Jacob.
Depois que Jacob foi embora lavei a louça do almoço depois fui para meu quarto tomei um banho troquei de roupa e fui fazer o dever de inglês tinha um trabalho para ser entregue dali a dois dias.
Quando acabei de fazer o dever de inglês a noite começava a cair, fui até a cozinha coloquei a mesa do jantar e comecei a esquentar a comida que ficara do almoço quando Charlie entrou dizendo.
-Boa noite Bella!
-Boa noite pai.

Mais um trecho do capítulo 3

-Não vejo graça nesse filme, porque a gente não assiste alguma outra coisa? Não da pra mudar de canal?
-Ah não Jacob eu não vou colocar no canal de esportes o filme já está quase no final. Agüenta mais um pouco depois eu mudo de canal!
Jacob me puxou para o seu colo e disse acariciando minha cintura enquanto beijava meu pescoço.
-E se a gente namorasse um pouco? Desde que eu cheguei você ainda não me deu nenhum beijo.
-Eu não te beijei antes porque eu estava zangada com você seu bobo, por causa do que aconteceu mais cedo no colégio.
Eu senti a mão de Jacob subir um pouco acariciando minha cintura e meu quadril ao mesmo tempo quando ele disse levando seu dedo indicador aos meus lábios.
-Ei, ei não vamos falar sobre isso de novo vamos deixar isso pra lá eu não quero que a gente brigue de novo.
Antes que eu pudesse dizer qualquer coisa Jacob se inclinou na minha direção e me beijou, instintivamente passei meus braços envolta do pescoço dele e retribui o beijo. As nossas bocas se movimentavam agitadas, nossas línguas uma se enroscando na outra, Jacob me fez deitar no sofá e disse com uma voz rouca no meu ouvido.
-Sabia que você me deixa louco? Eu amo você de mais Bella.
-Eu também amo você de mais Jacob!
As mãos de Jacob passeavam pelo meu corpo me acariciando, me provocando cada vez mais, ele me beijou novamente enquanto eu enfiava minhas mãos por baixo da camiseta dele e acariciava-lhe o tórax. Estávamos completamente sem fôlego quando ouvi o telefone que ficava na cozinha tocar.
Eu senti uma mistura de alivio e tristeza ao mesmo tempo quem poderia ser eu não estava esperando nenhuma ligação àquela hora. Afastei um pouco a minha boca da dele e disse um pouco rouca.
-Eu preciso atender ao telefone... Me solta Jacob!
-Deixa tocar Bella, seja quem for pode ligar depois.
Me ergui um pouco e disse afastando Jacob um pouco mais de mim, enquanto me sentava no sofá.
-Pode ser a
minha mãe, tem quase um mês que não tenho notícias dela é melhor eu atender ao telefone.
Corri até a cozinha e disse um pouco ofegante atendendo ao telefone:
-Alô... Residência dos Swan.
-Alô Bella, sou eu meu amor como estão às coisas aí em Forks?
Sorri ao reconhecer a voz de Renée respirei fundo e disse enroscando os dedos da minha mão esquerda no fio do telefone.
-Oi mãe tudo bem?! Como estão as coisas ai em Jacksonville? Por aqui ta tudo bem mãe, as mesmas coisas de sempre.
-E o Jacob como ele está? Vocês estão namorando ainda?
E o Charlie como está o seu pai Bella, como estão às coisas no colégio de Forks?
Olhei para Jacob sentado no sofá emburrado, dei uma risada e disse com uma voz descontraída.
-Ta tudo bem com o Jacob mãe, e sim nós ainda estamos namorando e o Charlie está na delegacia às coisas no colégio estão bem. Mais e o Phil como ele está, vocês ficam até quando aí em Jacksonville?!
Renée deu uma risada e disse animada:
-É exatamente por causa disso que eu estou te ligando Bella, Phil e eu vamos ficar os fins de semana em Jacksonville. Eu queria saber se você não quer passar o fim de semana com a gente?!

Continuação do Capítulo 3

-Tudo bem Bella se você quiser ser amiga dessa Cullen eu não vou dizer nada, eu não fui com a cara dela mais não vou falar mais nada dela ou dos irmãos dela na sua frente.
-Você vai ver que eu estou certa Jacob, a Alice e a família dela pelo pouco que sei parecem ser bem legais você devia dar uma chance a eles.
-Ta eu vou pensar nisso Bella mais não vou te prometer nada.
Depois de preparar o macarrão eu comecei a preparar o frango, ia fazer frango frito com macarrão para o almoço eu sabia que Charlie gostava desses dois pratos em comum o almoço já estava quase pronto quando Charlie entrou na cozinha dizendo.
-Oi Bella, Oi Jacob! O que você fez pro almoço Bella, o cheiro ta bem gostoso?!
-Oi pai eu fiz macarronada e frango frito, sente-se eu vou servir o senhor aproveita que ta tudo quente.
-Obrigado, filha!- Disse Charlie sentando-se numa cadeira.
Peguei pratos e talheres no armário e disse enquanto servia um pouco de macarrão e frango para Charlie.
-Como foi no departamento policial essa manhã pai?
-A mesma coisa de sempre Bella, roubos, seqüestros, a rotina de sempre. – Ele virou-se para Jacob e disse. - E o Billy como ele está Jake?
-Ta tudo bem com ele Charlie, ele disse que vem te ver dentro de um ou dois dias, ele quer falar com você.
-Vai ser bom ver o Billy por aqui, faz um tempo que a gente não conversa.
-Pai eu posso te pedir uma coisa?
-Claro filha, algum problema? Em que eu posso te ajudar?
-A Ângela vem estudar aqui em casa está noite, e eu chamei ela pra dormir aqui em casa tudo bem? Tem algum problema?
-Sem problema Bella, só não quero que vocês durmam muito tarde amanhã vocês tem aula.
-Ta pode deixar pai, nós não vamos dormir muito tarde.
Servi um prato de macarrão e frango para Jacob, depois coloquei o meu próprio almoço e me juntei a eles na mesa. Depois do almoço Charlie voltou para o departamento de policia e eu fiquei sozinha com Jacob em casa como fazíamos todas as tardes fomos para a sala e ficamos vendo televisão e conversando estávamos sentados abraçados assistindo a um filme pra passar o tempo quando Jacob disse.
-Não vejo graça nesse filme, porque a gente não assiste alguma outra coisa? Não da pra mudar de canal?

Mais uma aprte do Capítulo 3

-É eu moro aqui a um ano já, resolvi morar com meu pai por uns tempos até eu decidi o que vou fazer quando acabar o colégio. É até que gosto daqui!
-Por que você veio morara com seu pai? E a sua mãe vocês se dão bem?
-É a gente se da bem sim eu sinto saudades dela, mais não tinha outro jeito ela estava triste por minha causa então vim pra Forks.
-Eu não entendo se vocês se davam tão bem... Por que ela estava triste com você? Vocês brigaram aconteceu alguma coisa? – Perguntou ele um pouco curioso.
-É que ela casou de novo, e o marido dela joga beisebol ela ficava a maior parte do tempo comigo e acabava ficando triste então vim morar com meu pai.
-Hum entendi, a Alice comentou alguma coisa durante o almoço seu pai é o xerife da cidade não é?!
-É meu pai é o xerife da cidade, ele trabalha no departamento policial daqui da cidade de Forks e ajuda os departamentos policias próximos daqui.
Depois disso o professor Molina pediu um minuto da nossa atenção e começou a falar sobre a matéria da aula nós iríamos estudar sobre o DNA humano aquela manhã. Até que o tal Edward era um cara legal e bem simpático além de ser lindo aos poucos eu estava simpatizando cada vez mais com os Cullens eles pareciam ser uma família normal como tantas outras não sei por que Jacob resolvera implicar com eles sem nem conhecer, eu não conseguia entender porque ele tinha que ser tão cabeça dura.
Quando a aula acabou fui direto para casa nem esperei por Jacob se ele quisesse me ver ele que fosse até em casa, enquanto dirigia até em casa pensava no dia que eu tivera apesar da briga com o Jacob até que meu dia tinha sido bom. Entrei em casa, subi para o quarto deixei a mochila em cima da cama e depois fui para a cozinha tinha que preparar o almoço antes do meu pai chegar. Eu ia fazer macarrão com frango frito para o almoço se tinha alguma coisa que eu gostava de fazer era cozinhar minha mãe me ensinara a cozinhar quando eu tinha 13 anos e desde então não parei mais e Charlie adorava a minha comida. Cortei os temperos para o macarrão enquanto a água fervia coloquei um pouco de óleo e sal na água coloquei o macarrão na água que fervia e estava mexendo quando ouvi um barulho na porta da frente, sequei minha mão e fui atender a porta.
-Porque você não me esperou na saída do colégio Bella?
Jacob parecia ainda mais aborrecido do que antes durante o almoço no colégio, ele estava ainda falando com aquele tom de voz que eu detestava.
-Eu estava com um pouco de pressa você ouviu meu pai dizer que vinha pro almoço, eu precisava preparar o almoço Jacob.
-O que você está fazendo pro almoço?
-Eu to fazendo macarronada o Charlie gosta, e então o que você quer Jacob?
-Eu vim te ver e almoçar com você e passar o tempo com você como fazemos todas as tardes Bella. O que ta acontecendo porque você ta me tratando assim?
Peguei outra panela no armário e disse com uma voz séria:
-Não se faça de bobo comigo Jacob Black você sabe muito bem por que eu estou te tratando assim você agiu feito um idiota mais cedo no colégio sem nenhum motivo.
-Bella, por favor, não vamos discutir outra vez eu não quero brigar com você, por causa daquele bando de riquinhos.
-Você ta falando de um jeito preconceituoso Jacob, eu conversei com a Alice durante ela é simpática, muito educada, se veste bem e tem estilo, e o irmão dela também foi bem simpático comigo.
Enquanto eu falava com Jacob comecei a preparar o molho para o macarrão pelo canto dos olhos vi o rosto dele passar da expressão de aborrecimento para uma mistura de surpresa e confusão.
-Irmão? Você falou com outro Cullen? Quando foi isso Bella?
-É eu falei com outro Cullen Jacob, o nome dele é Edward ele é meu parceiro em Biologia até que ele é um cara legal.
-Pelo jeito eles já conseguiram uma puxa saco aqui na cidade, você pode dizer o que for mais eu ainda acho que tem algo de errado com essa família.
Respirei fundo tentando não perder meu autocontrole não fazia sentido discutir com Jacob por causa dos recém chegados a cidade, mesmo sabendo que ele estava errado e que ele era um grande cabeça dura. Tirei a panela do macarrão do fogo e levei para pia e joguei o conteúdo da panela no escorredor de macarrão e disse um pouco desanimada.
-Por que não deixamos isso tudo pra lá Jacob? Não tem sentido brigarmos por causa disso mais quero deixar uma coisa bem clara você goste ou não eu vou continuar a ser amiga da Alice!
Jacob respirou fundo encolheu os ombros e disse:
-Tudo bem Bella se você quiser ser amiga dessa Cullen eu não vou dizer nada, eu não fui com a cara dela mais não vou falar mais nada dela ou dos irmãos dela na sua frente.

Capítulo 3 O Novo Parceiro da Aula de Biologia

A aula de matemática tinha sido uma droga eu não tinha conseguido me concentrar na aula por causa da discussão com Jacob tinha dado varias respostas erradas durante a aula para surpresa do professor assim que toou o sinal peguei minhas coisas me despedi de Ângela e fui para a aula de Biologia ainda mal humorada por causa do Jacob aquele cabeça dura do meu namorado.
Eu estava andando distraidamente pelo corredor indo em direção a minha próxima aula e se não fosse um aluno ter me avisado a tempo eu teria tropeçado em um livro que alguém deixou cair no corredor. Entrei na sala rapidamente, ajeitei os meus livros e meu fichário sobre a mesa o professor Molina já estava quase fechando a porta para dar início à aula quando ele entrou ouvi uma aluna dizer ao professor que ele era o novo aluno da turma, os dois trocaram algumas palavras ele pegou o papel das mãos do novo aluno e pediu a ele que se sentasse ao meu lado.
Ele veio andando lentamente na minha direção, eu estava muito encantada com a beleza desse irmão da Alice e pra variar ele iria ser meu parceiro na aula de Biologia.
Eu não conseguia deixar de observá-lo era hipnotizador olhar para ele, ele possuía uma beleza incomum ele era charmoso e discreto ao mesmo tempo, ele sentou-se ao meu lado e colocou suas coisas em cima da mesa apoiou os cotovelos na beira da mesa e ficou observando a sala de aula.
E agora o que eu faço, eu devo falar com ele? Ou devo esperar ele falar comigo eu não parava de pensar tentando tomar uma decisão, então tomando coragem respirei fundo e disse.
-Oi. Tudo bem? Você é irmão da Alice?
-Oi, é eu sou irmão da Alice ela comentou comigo que vocês se conheceram na aula de espanhol. Você deve ser a Isabella.
-É... Mas pode me chamar de Bella, e qual é seu nome?
-Eu me chamo Edward Cullen. A Alice disse que você mora aqui a um ano, e que seu pai é o xerife da cidade.
-Pelo jeito eu fui o assunto de vocês na hora do almoço, vocês já conheceram muitos alunos?
-É nós conhecemos alguns alunos, aquele cara que te abraçou no refeitório vocês são namorados? Ele parecia meio zangado e você pareceu ficar aborrecida com alguma coisa que ele te disse.
-É o Jacob é meu namorado nós tivemos uma discussão na hora do almoço mais isso não vem ao caso. E você tem namorada? O que você está achando de Forks?
-Não eu não tenho namorada, quanto a Forks eu gosto de lugares pequenos e gosto de frio também então eu estou gostando da cidade. Você mora aqui a um ano não é, você gosta daqui?
Passei uma mão pelo meu cabelo mordisquei meus lábios e disse.
-É eu moro aqui a um ano já, resolvi morar com meu pai por uns tempos até eu decidi o que vou fazer quando acabar o colégio. É até que gosto daqui!

Parte final do Capítulo 2

-É claro que não, desde que a Bella não fale mais com eles! –Respondeu Jacob um pouco tenso.
Eu olhei para Jacob e disse com uma voz séria começando a ficar aborrecida com aquela conversa.
-E eu já disse pra você que eu não vou parar de falar com a Alice e você não vai me convencer do contrario. Eu e a Alice já somos amigas e vamos continuar a sermos amigas entendeu?
Nesse momento o sinal tocou outra vez me levantei da cadeira e disse olhando para Ângela.
-Vem Angel, vamos para aula! Você vem agora?
-Eu estou indo agora também, vou pra sala com você Bella.
Nós fomos pra sala caladas entramos e sentamos nos nossos lugares de sempre eu estava chateada Jacob conseguirá acabar com meu bom humor.
-Não fica assim Bella, é isso o que o Jacob quer ele quer te deixar aborrecida.
-Ele queria e conseguiu Angel eu detesto quando o Jacob fica implicando com as pessoas sem nem conhecer. O que custa ele dar uma chance à Alice e aos irmãos dela?
-Hã... Bella eu posso te pedir uma coisa? –Me perguntou Ângela um pouco sem jeito.
-Claro que pode Angel, o que você quer?!
-Será que você poderia me apresentar pra Alice depois, você falou tão bem dela que acabei ficando ainda mais curiosa.
-Tudo bem depois eu te apresento a ela Angel, eu tenho certeza que você vai gostar dela assim como o Jacob eu vou dar um jeito de fazer com que ele conheça ela melhor.
-Esquece o que o Jacob te disse Bella, você conseguiu resolver o exercício da última aula?
-Consegui sim Ângela fiz tudo ontem à noite... Quer ajuda com o exercício?
-Sim quero sim Bella, você pode me ajudar?
-Claro o que você acha de estudarmos hoje à noite lá em casa? Nós podemos estudar e conversar até tarde você poderia dormi lá o que você acha?!
-Ótima idéia a que horas eu posso ir pra sua casa?
-Hum... La pelas sete horas, o tempo suficiente pra servir o jantar pro Charlie e limpar a cozinha.
-Tudo bem então eu passo lá às sete horas então.
-Ta vou ficar te esperando para estudarmos.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Continuação do 2 Capitulo.

E então ele entrou... Ele era alto tinha o cabelo cor de bronze num penteado meio desarrumado, ele estava de calça jeans e uma blusa social preta que estava meio aberta deixando parte de seu peito à mostra. Ele era incrivelmente lindo tirava o fôlego de qualquer garota que olhasse para ele, eu nunca tinha visto uma beleza igual, eu não tinha nenhuma duvida de que muito em breve ele estaria sendo disputado por algumas garotas do colégio. Eu simplesmente não conseguia tirar os olhos dele, nesse momento eu ouvi Jacob dizer.
-Bella... Bella tudo bem, você não está ouvindo Ângela falar com você? Bella da pra responder?!
Eu desviei meus olhos de Alice e seus irmãos quando perguntei meio confusa.
-Eu hã... O que foi? Quem está me chamando?
-Foi eu Bella, porque você olha tanto na direção dos novos alunos? – Disse Ângela tomando um gole de coca cola.
-É que eu conheci uma Cullen hoje, ela é minha parceira na aula de espanhol ela me pareceu ser legal. O nome dela é Alice ela tem estilo gostei dela.
-Você não me disse que tinha ficado tão amiguinha dessa riquinha que mudou pra casa da floresta. – Disse Jacob meio aborrecido.
-Eu te disse que tinha ficado amiga dela Jacob, quando fomos pra aula de inglês mais enfim eu conversei com a morena baixinha na aula de espanhol a Alice ela é bem simpática.
-E vocês falaram sobre o que Bella? – Perguntou Eric se mostrando muito curioso.
-Sobre varias coisas, desse jeito eu vou pensar que de todos nós eu fui a única a ter contato com um deles.
Eu respondi um pouco surpresa, minha teoria não poderia ter sentido seria quase que impossível aquilo acontecer.
-Por enquanto sim eu ainda não tive aulas com nenhum deles, eu já estava curiosa pra alguma coisa sobre eles. –Respondeu Ângela ajeitando os óculos.
-Eu também não tive aulas com nenhum deles! Parece que você foi a única sortuda Bella! – Disse Quil olhando na direção onde os Cullens estavam sentados.
Jacob passou um de seus braços em meu ombro e disse um pouco aborrecido:
-Eu não quero você de amizade com essa gente Bella, eles não me inspiram muita confiança.
Eu não gostava quando Jacob falava comigo naquele tom parecia mais com o tom que Charlie e Renée usavam quando queriam me dar uma bronca, Jacob não ia me deixar mal humorada eu não ia deixar isso acontecer.
-E porque não Jacob? Qual o problema nisso a Alice me pareceu uma pessoa bem legal! Não tem, motivos para você falar assim deles.
-Eu não estou implicando com ninguém Bella, só não fui com a cara deles e não quero a minha namorada pra cima e pra baixo com essa gente esquisita.
-Escuta aqui Jacob Black se você foi com a cara deles ou não isso é um problema seu eu não vou deixar de falar com a Alice porque você não foi com a cara dela e dos irmãos dela.
-Vocês não vão brigar por causa dos novos alunos vão?-Perguntou Embry remexendo com o garfo a comida no prato.
-É claro que não, desde que a Bella não fale mais com eles! –Respondeu Jacob um pouco tenso.

Mas um trecho do Capítulo 2

-Sabe eu fico me perguntando por que seus pais decidiram vir morar aqui em Forks, algum motivo especial?
-Meu pai estava cansado de viver lá no Alasca as coisas estavam muito monótonas por lá ai ele resolveu que seria bom passar uns tempos numa cidade pequena. Ai ele soube da vaga que estava aberta aqui no hospital de Forks e viemos todos para cá.
-É eu fiquei sabendo disso, e a sua mãe o que ela faz, ela trabalha também?
-Não ela só cuida da casa e mantém entre meus irmãos. –Respondeu ela dando uma risada. – Ah e ela às vezes decora casas, ela adora decoração.
-Legal.
-E os seus pais? – Agora era ela quem estava curiosa.
-Os meus pais são separados, o meu pai é o xerife daqui de Forks e minha mãe viaja com Phil o namorado dela ele é jogador de beisebol, ai para não atrapalhar eles eu resolvi passar uns tempos aqui com Charlie.
-E você gosta daqui de Forks? Você não sente saudades da sua mãe? Vocês duas se dão bem?
Dei uma risada e disse encolhendo os ombros.
-Até que Forks é legal, eu fiz vários amigos desde que cheguei aqui eu sou uma garota bem popular a galera gosta muito de mim. Faz um ano que estou morando aqui e sim eu sinto saudades da minha mãe nós nos damos muito bem.
-E o clima como é o clima aqui?
-O clima é a coisa que mais detesto aqui em Forks, faz frio e chove o ano todo e eu detesto tudo que é frio e úmido.
Depois disso o professor pediu para prestarmos atenção na aula, e começou a passar a matéria do dia no quadro negro. Eu e Alice não pudemos conversar depois disso, pois precisávamos prestar a atenção na aula.
Alice me parecia uma pessoa legal. Eu tinha gostado muito do jeito dela tudo me levava a crer que nós iríamos nos tornar grandes amigas. Finalmente o sinal tocou anunciando o final da aula todos os alunos saíram correndo só eu e Alice ficamos sozinhas na sala peguei a mochila e perguntei caminhando em direção a porta.
-Qual a sua próxima aula Alice?
-Biologia, e a sua Isabella?
-Inglês, e pode me chamar de Bella o pessoal me chama assim aqui no colégio e fora do colégio também. A gente se vê depois até logo Alice.
-Até logo Bella!
Jacob me esperava junto da porta no corredor, fui até ele dei-lhe um beijo rápido na boca e disse.
-Oi. E ai como foi o teste de Biologia?
-Oi, acho que me dei bem, no teste tenho que esperar até o professor corrigir e nos entregar a nota. E a aula de espanhol como foi?
-Foi legal. Conheci uma das filhas do tal doutor Cullen, ela se chama Alice parece ser uma garota legal eu gostei dela.
-Hum, acho que você fez uma nova amiga então!
-É acho que sim eu gostei mesmo dela, e acho que eu e ela podemos nos dar bem ela tem estilo.
Jacob pegou em minha mão e disse começando a caminhar:
-Vem vamos para a aula de inglês ou vamos nos atrasar para a aula.
Eu adorava a aula de inglês por causa dos livros que tínhamos que ler e porque Jacob era meu parceiro nessa aula. O tempo passou voando naquela parte da manhã, o sinal tocou anunciando que já era hora do almoço depois do almoço eu teria aula de matemática com Ângela e a ultima seria de Biologia outra aula na qual eu estava sem parceiro.
Jacob e eu saímos da aula de inglês e fomos direto para o refeitório para nossa mesa costumeira onde sentávamos com Ângela, Eric, Quil, Embry, Mike e Jessica... Naquela manhã estava faltando Mike que estava doente e Jessica que desde que estávamos brigadas sentava com umas amigas dela das aulas que ela freqüentava.
Nós estávamos conversando animadamente, contando piadas e falando sobre as aulas quando escutei Ângela dizer.
-Ai vem os novos alunos!
No mesmo momento olhei na direção que ela apontava, e Alice entrar de mãos dadas com um cara mais ou menos da mesma altura da mesma altura dela de cabelos claros, ele parecia estar com dor, logo atrás deles entrou uma loira exuberante também de mãos dadas com um outro cara esse era mais alto e bem musculoso eles eram em cinco por tanto ainda faltava um deles devia ser um outro rapaz pois lembro de Ângela me dizer mais cedo que eram três rapazes e duas garotas.
E então ele entrou... Ele era alto tinha o cabelo cor de bronze num penteado meio desarrumado, ele estava de calça jeans e uma blusa social preta que estava meio aberta deixando parte de seu peito à mostra. Ele era incrivelmente lindo tirava o fôlego de qualquer garota que olhasse para ele, eu nunca tinha visto uma beleza igual, eu não tinha nenhuma duvida de que muito em breve ele estaria sendo disputado por algumas garotas do colégio. Eu simplesmente não conseguia tirar os olhos dele, nesse momento eu ouvi Jacob dizer.

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Continuação do Cap. 2

Entrei na sala e sentei no meu lugar de costume, eu estava desenhando numa folha de papel esperando a aula começar enquanto o professor terminava de ajeitar suas coisas sobre a mesa quando ela entrou, eu nunca tinha visto ela antes então deduzi que devia ser uma das garotas Cullen. Ela era baixa tinha cabelos curtos pretos olhos escuros e tinha a pele branca, mais ela era um pouco pálida de mais no meu ponto de vista, ela e o professor trocaram algumas palavras e então ela começou a caminhar em minha direção já que o único lugar vago era ao meu lado. A garota tinha um jeito todo diferente de andar ela parecia dançar enquanto andava seus movimentos eram todos delicados ela parecia uma boneca ou uma fada sei lá.
Ela sentou-se ao meu lado e disse colocando suas coisas sobre a mesa enquanto sorria para mim.
-Oi tudo bem? Eu sou Alice Cullen cheguei à cidade ontem, qual é o seu nome?!
-Oi eu sou Isabella Swan seja bem vinda a Forks Alice.
-Obrigada Isabella.
Eu tinha que dar meu braço a torcer Alice era bem simpática e não me pareceu nem um pouco tímida para seu primeiro dia de aula. Eu estava curiosa para saber mais coisas sobre ela e sua família, eu precisava fazer varias perguntas e resolvi começar naquele momento.
-Alice eu posso te fazer uma pergunta?
-Claro que sim Isabella. – Respondeu ela ainda sorrindo tentando ser simpática.
-Sabe eu fico me perguntando por que seus pais decidiram vir morar aqui em Forks, algum motivo especial?

Continuação do 2° Cap.

Fui caminhando em direção a Jessica e a Ângela, eu estava curiosa pra saber o que estava dando tanto motivo para falatório e de quem era aquele volvo prata estacionado em frente ao colégio.
-Oi Ângela, oi Jessica! Tudo bem o que está acontecendo, porque ta todo mundo agitado e de quem é aquele carro estacionado em frente ao colégio?
-A gente se fala depois Ângela até mais tarde.
Disse Jessica meio zangada me olhando de cara feia enquanto virava as costas e ia em direção ao colégio. Jessica era a minha segunda melhor amiga mais estávamos brigadas a alguns meses desde que eu ficara com o Mike pouco antes de Jacob e eu começarmos a namorar.
Eu estava muito arrependida de ter ficado com o Mike, foi coisa de uma noite depois de uma festa que teve Mike vinha me paquerando há algum tempo e eu acabei me rendendo ao charme de Mike ele me acompanhou até em casa e conseqüentemente acabamos ficando, mesmo eu sabendo que minha melhor amiga gostava dele.
-Não liga pra ela Bella, logo vocês duas vão fazer as pazes de mais um pouco de tempo a Jessica.
-Droga eu não devia ter ficado com o Mike aquela noite, ela não vai me perdoar tão facilmente. Mas então o que está acontecendo porque ta todo mundo agitado e de quem é aquele volvo?
-Ah... Então são os novos alunos que chegaram, eu os vi apenas de costas quando eu cheguei foram para a secretaria para pegar os horários das aulas.
-Ah os Cullens chegaram à cidade então?
-Como você sabe o nome deles? – Ângela me perguntou um pouco curiosa.
-Hã... O Jacob comentou comigo na semana passada, o Billy contou pra ele que essa família comprou aquela casa abandonada que tem lá na floresta. E então como são eles?
Ângela encolheu os ombros e disse ajeitando os óculos.
-Eu já te disse que eu não vi direito Bella, eles são cinco três garotos e duas garotas só os vi de costas.
-Vem vamos entrar, qual é a sua primeira aula?
-Eu tenho Biologia junto com o Jacob, eu vou correr antes que o professor entre temos um teste hoje.
-O Jacob falou sobre o teste boa sorte amiga, eu tenho aula de espanhol agora te vejo na aula de Matemática mais tarde.
-Até mais tarde então Bella!
Enquanto eu ia para a aula de espanhol pensava no Ângela me dissera, o casal Cullen tinha duas filhas, duas garotas era bom elas não tentarem chamar a atenção eu iria detestar cortar a onda das duas. Eu detestava as aulas de espanhol era uma das poucas aulas que eu não tinha nenhum parceiro, ninguém para conversar entre uma lição e outra.
Entrei na sala e sentei no meu lugar de costume, eu estava desenhando numa folha de papel esperando a aula começar enquanto o professor terminava de ajeitar suas coisas sobre a mesa quando ela entrou, eu nunca tinha visto ela antes então deduzi que devia ser uma das garotas Cullen. Ela era baixa tinha cabelos curtos pretos olhos escuros e tinha a pele branca, mais ela era um pouco pálida de mais no meu ponto de vista, ela e o professor trocaram algumas palavras e então ela começou a caminhar em minha direção já que o único lugar vago era ao meu lado. A garota tinha um jeito todo diferente de andar ela parecia dançar enquanto andava seus movimentos eram todos delicados ela parecia uma boneca ou uma fada sei lá.

Capítulo 2 Os Novos Alunos

Eu me levantei cedo naquela manhã escovei os dentes, fui até o meu quarto abri o meu armário peguei uma calça jeans uma blusa roxa bem justa e troquei de roupa coloquei uma sandália de salto baixo nos pés e penteei meus cabelos prendendo num rabo de cavalo. Peguei a mochila em cima da cama e desci para tomar o café da manhã.
Quando entrei na cozinha encontrei Charlie e Jacob sentados conversando animadamente.
-Bom dia pai, bom dia Jacob!
-Bom dia Bella! –Responderam os dois ao mesmo tempo.
-Vocês dois estão bem animados está manhã, o que é tão engraçado assim?!
-Nada de mais Bella, eu só estava contando umas piadas pro seu pai! É melhor você tomar logo o seu café o tempo está fechado acho que pode cair uma chuva a qualquer momento! – Disse Jacob olhando em direção a janela.
Preparei um cereal pro meu café da manhã, enquanto Charlie se levantava dizendo.
-Eu tenho que ir agora Bella, eu vejo você na hora do almoço até mais tarde.
-Até mais tarde pai.

Terminei meu café da manhã e Jacob e eu fomos para o colégio, ele estava certo nós estávamos no estacionamento da escola quando começou a chover. Quando desci da picape seguida por Jake eu vi um carro diferente no estacionamento era um volvo prateado e as pessoas que estavam no estacionamento não paravam de falar, olhei envolta procurando por Ângela tentando achá-la na multidão, até que a localizei ela que conversava com Jessica do outro lado do estacionamento. Virei para Jacob e disse.
-A gente se fala depois eu vou falar com a Angel e ver se consigo descobrir o motivo do falatório.
-Ta eu vou entrar tenho aula de Biologia agora e temos um teste essa manhã e vou aproveitar para dar uma relida na matéria.
-Ta bom te encontro mais tarde na aula de inglês.
Fui caminhando em direção a Jessica e a Ângela, eu estava curiosa pra saber o que estava dando tanto motivo para falatório e de quem era aquele volvo prata estacionado em frente ao colégio.

ParteFinal do 1° Cap. de Um Vampiro Em Minha Vida

-Pra mim tanto faz, eu é que não vou dar confiança pra essa gente nova que está vindo morar em Forks.
Chegamos em casa em dez minutos entramos e fomos direto para a cozinha.
-O que tem pro almoço? –Perguntou Jacob sentando numa cadeira.
-Lasanha.
Respondi indo até a geladeira e pegando a travessa com resto da lasanha que sobrara do jantar da noite passada. Esquentei o resto da lasanha no forno microondas enquanto colocava a mesa para o almoço.
-E o Charlie?
-Ele deve estar no departamento de policia ou deve ter ido até Port Angeles ajudar num caso de seqüestro que teve por lá.
-Eu não sabia que o Charlie estava ajudando nesse caso.
-É ele resolveu ajudar a policia de lá, parece que o caso ia ser resolvido hoje.
Tirei a lasanha do forno microondas e levei a travessa até a mesa, só então percebi que eu tinha se esquecido de pegar os copos e a garrafa de coca cola na geladeira. Eu estava pegando a coca cola na geladeira quando perguntei.
-Hum... Jacob, eu posso te fazer uma pergunta sobre a tal família nova que vai mudar pra casa abandonada na floresta?
-O que você quer saber Bella?
-A família é grande? Quantas pessoas são?
-Pelo o que meu pai me disse é um casal com cinco filhos e todos adotados, parece que o homem é médico vai trabalhar no Hospital Geral de Forks.
-E a esposa dele faz alguma coisa?
-Não sei meu pai não sabe tudo que meu pai sabe é que o homem é médico, tem cinco filhos adotivos e que o sobrenome do casal é Cullen.
-Só espero que essa gente nova seja legal, com sorte posso ganhar alguns amigos novos. –Eu disse um pouco pensativa.
Depois disso eu e Jacob mudamos de assunto e acabamos com o resto da lasanha que ficara da noite anterior Jacob foi embora uma hora depois o tempo passava rápido quando estávamos juntos, assim que ele saiu subi para o meu quarto peguei uma muda de roupa limpa e fui tomar um banho, enquanto pensava e imaginava como deveria ser a nova família que chegaria a Forks em uma semana. Se o casal Cullen tivessem filhas era bom elas não tentarem chamar a atenção ou elas iam arrumar uma grande confusão comigo nenhuma novata iria tirar o meu lugar eu era e sempre seria a garota mais popular do colégio.

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Amizade Verdadeira


Gente queria falar de uma pessoa muito especial pra mim, ela tem um lugar muito especial do meu coração a gente se conhece há muito tempo estudos juntas perdemos o contato algumas vezes mais nõ tem um só momento que eu não lembre dela com carinho.
Ela é muito impórtante pra mim ela é aquela amig para todas as horas e pro que der e vier.
Gabi obrigado por todos ese anos de amizade 15 anos não é quinze dias queria que ocê soubese que eu gosto muito de você e te admiro muito voceê é uma amiga marailhosa e você sab que eu te amo que você é o grande amor da minha vida,você foi e é e sempre será a minha melhor amiga minha compnheira.
Sei que apesar da distancia e das poucas vezes que nos vemos mais saiba que nossa amizade não tem preço pra mim,agradço a Deus por te conhecido você e po você fazer e continuar fazendo parte da minha vida.
Obrigado por fazer parte da minha vida e deixar eu fazer parte da sua também... te amo amiga.
Espero que nossa amizade continue por mais 15,20,30 anos e que você continue sendo esa pessoa maravilhosa e sensacional que você lindona ocê sem,pre terá um espaço na minha vida e no meu coração nunca se esqueça disso meu amor.Te amo eternamnete minha amiga.

Mais uma montagem da minha amiga Soh


Espero q gostem galera...

domingo, 30 de janeiro de 2011

Continuação do Cap. 1 de Um Vampiro Em Minha Vida

-Eu e meu pai brigamos ontem a noite foi só isso Bella!
-Você e o Billy brigaram? Por quê? Aconteceu alguma coisa?
-Não aconteceu nada Bella é que eu cheguei tarde ontem estava com os rapazes na praia conversando e não vi o tempo passar. E ele me deu uma notícia não muito boa.
-Que notícia? – Perguntei curiosa.
-Sabe aquela casa na floresta com algumas paredes de vidro que está abandonada há algum tempo?
-Sei o que tem ela?
-Ela foi vendida a nova família de moradores vai chegar daqui a uma semana mais ou menos estão vindos do Alasca para cá.
-E o que tem de tão ruim nisso amor?
-É que parece que a família é cheia da grana, se eles são tão ricos o que eles vão fazer aqui em Forks? Numa cidade pacata e sem muito movimento, não da pra entender essa gente rica!
Dei risada e disse encolhendo os ombros:
-Só você mesmo Jacob, você sabia que eles podem estar querendo um lugar calmo e tranqüilo para morar.
-Pra mim tanto faz, eu é que não vou dar confiança pra essa gente nova que está vindo morar em Forks.

Desabafo

Oie gente tudo bem,bom é o seguinte tem uma coisa q vem me incomodando algum tempo e queria muito compartilhar com vocês.
Esse é um post voltado especificamente para os fãs de Sandy e Junior e quero compartilhar esse desabafo com vocês.
Todos os fãs sabem que no ultimo dia 28 a sandy completou mais um ano de vida,e todos os fãs ou pelo menos uma boa parte deles parabenizaram ela pelo twitter eu mesma fui uma dentre eles e os fazem também se mobilizaram pra colocar a tag #ParabensSandy em primeiro lugar no TT Brasil objetivo esse alcançado...Agora eu me pergunto e pergunto a vocês fãs, os mesmos fãs que acompaharam a dupla por 17 anos, quantas vezes nós fizemos isso pelo Junior?A resposta é muito fácil nehuma vez isso foi feito pra ele e me pergunto o porque disso gente?!
Por um acaso ela mais especial do que ele?Ela é mais merecedora de ter uma tag no TT Brasil do que ele?! As vezes eu tenho uma certa impressão que alguns fãs fazem distinção dos dois, é como se com o fim da dupla o Junior não existisse mais até parece que ele nunca fez dupla com ela que os dois cantaram juntos durante 17 anos os fãs parecem que esqueceram totalmente dele...Só se fala de sandy cá, Sandy pra lá e quando se fala do Junior até mesmo na imprensa ele é referido apenas como "o irmão da Sandy", porque nunca se referem a ele como "o ex cantor Junior Lima" ou "o bateristya junior Lima??
Gente isso não é certo já é duro ver a imprensa fazer esse tipo de distinção,mais os fãs ai ja é sacanagem gente isso não pode continuar é nossa "obrigação" por assim dizer trata os dois de maneira igual ela não é melhor que ele nem vice e versa.
Pensem nisso e me digam se eu estou certa ou errada e se eu estiver errada sobre meu ponto de vista peço desculpas a todos desde agora...
Bom é isso pensem no que eu falei, e antes que apareça alguem pra dizer alguma coisa não estou fazendo isso como uma critica ate mesmo porque cada um sabe o que faz eu só não acho isso certo.Por isso escrtevi esse texto pra expressar meu ponto de vista com vocês.Parem e pensem sobre isso tudo que falei.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Continuação da nova fic (Um Vampiro Em Minha Vida)

Ângela sorriu e disse mordendo uma maçã.
-Adorei a idéia Bella eu vou falar com o Eric e depois te dou uma resposta.
-Ta eu vou esperar um telefonema seu hoje a noite eu vou torcer para o Eric concordar e ir com a gente para um programa a quatro amanhã em Port Angeles.
Nesse momento o sinal tocou eu fui para a aula de cálculo e Jacob e Ângela foram juntos para a aula de Biologia.
As aulas passaram voando, eu estava esperando por Jacob no estacionamento junto da minha picape antiga quando vi ele se despedir de alguns amigos e vir na minha direção.
Jacob me abraçou me deu um beijo longo e disse.
-Podemos ir ou você está esperando alguém ainda?
Entreguei as chaves da picape pra ele e disse sorrindo:
-Nós podemos ir Jacob eu estava esperando você sair para irmos embora juntos.
Entramos na picape, ele manobrou o carro para fora do estacionamento da escola e ele me levou para casa como fazíamos todas as tardes depois das aulas ele almoçava comigo e depois ia para a casa dele em La Push na praia.
-Jacob, você não me convenceu nem um pouco na hora do almoço no colégio por que você não me conta o que está acontecendo?
-Eu e meu pai brigamos ontem a noite foi só isso Bella!

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Dica de livro

Gente queria recomendar um livro que li esses dia e adorei a história dele.O livro chama-se Uma Curva Na Estrada do autor Nicholas Sparks. Olivro conta a historia de Miles que estav viuvo a dois anos e cuida sozinho do filho pequeno Jonah, Miles perdeu a esposa num atropelamento e desd então só vive para o trabalho e o filho pequeno e para descobri quem matou Missy sua esposa...
Até que seu caminho cruza com o de Sarah e isso muda de todas as formas e esse romance com Sarah acaba colocando ele na pista do assino de sua esposa e com isso ele tem que tomar uma decisão muito dificil...
Bom não vou fala mais nada se quizerem saber mais leiam o livro e descubram o final e depois me digam o que vocês acharam.

domingo, 23 de janeiro de 2011

Foto da Kristen


Gente eu axei essa foto linda e resolvi compartilhar com vcs espero q gostem...

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Fotos da Saga


Eu que fiz essa montagem galera...

Um Vampiro Em Minha Vida

Capítulo 1 Mais Um Dia Normal



Era mais um dia típico na Hihg School Forks onde eu estudava, eu estava no refeitório almoçando com minha melhor amiga Ângela ela tinha se tornado minha amiga desde que eu viera morar em Forks á 1 ano.Nós estávamos conversando quando Jacob meu namorado se juntou a nós na mesa do refeitório ele parecia pensativo alguma coisa devia estar acontecendo.
-Oi Bella, oi Ângela! –Disse ele com uma voz séria.
-Aconteceu alguma coisa Jacob? Você ta com uma cara de poucos amigos, problemas na aula de espanhol? –Perguntei preocupada.
Ele se sentou ao meu lado me deu um beijo no rosto e disse com uma voz ainda séria.
-Não ta tudo bem com a aula de espanhol, não aconteceu nada meu amor ta tudo bem não precisa se preocupar. Mas sobre o que vocês estavam falando, antes que eu chegasse?
-Nada de mais Jacob, nós estávamos falando sobre o baile da semana passada que teve aqui no colégio.
-Hum... Ainda o baile da semana passada?
-É. –Respondemos juntas Ângela e eu e demos risada.
Antes de continuar é melhor eu me apresentar, eu me chamo Isabella Marie Swan e tenho 17 anos sou a garota mais popular de toda a escola e namoro um dos garotos mais lindo de toda a cidade Jake Black ou apenas Jacob nós estamos juntos a quase cinco meses ele era o melhor namorado do mundo inteiro as outras garotas morriam de inveja de mim por causa disso. Eu conhecia Jacob bem de mais pra saber que ele estava mentindo para mim, tinha alguma coisa acontecendo e eu iria descobrir o que era. Eu iria falar com ele depois das aulas e ver se conseguia descobrir alguma coisa.
-Te vejo essa noite lá em casa? – Perguntei passando a mão no rosto de Jacob.
Ele beijou meus lábios rapidamente se afastou e disse desviando o olhar dele do meu aquilo não era um bom sinal.
-Hum, Bella... Então não da eu marquei um cinema com os rapazes pra hoje à noite mais eu passo na sua casa hoje à tarde antes de sair com eles tudo bem?!
-Tudo bem Jacob sem problemas te espero à tarde então espero que você e os rapazes se divirtam hoje à noite.
-O que você acha de irmos a Port Angeles amanhã? Nós podemos dar um passeio por lá e comermos alguma coisa no restaurante.
-Pra mim tudo bem, alias eu tive uma idéia maravilhosa por que não fazemos um programa a quatro? Vem comigo e o Jacob Ângela eu e ele adoraríamos ter você e o Eric com a gente.

Duras Pedras (Faixa 7 do CD Manuscrito)

No sim existe um não
noceú existe um chão
Vencer também traz perdas
Aceito os meios pra alcançar o fim


Piso as duras pedras
pra entrar no mar
Mas a calma da água
Ao beijar a minha sede pela paz
me eleva

Sentir pode doer
Sorrir pode esconder
Viver tem suas mortes
Aceito os meios pra alcançar o fim

Piso as duras pedras
pra entrar no mar
Mas a calma da água
Ao beijar a minha sede pela paz
me eleva
Me eleva


Sim
Piso as duras pedras
pra entrar no mar
Mas a calma da água
Ao beijar a minha sede pela paz
me eleva

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

domingo, 16 de janeiro de 2011

Parte final do Ultímo Capítulo de Entardecer.

-Oi Bella, tudo bem sim! –Ela abraçou Renesmee se afastou um pouco e disse parecendo bastante preocupada. - Nessie amiga como você está o que aconteceu p Jacob foi me procurar pra saber se eu tinha te visto onde você esteve?!
Renesmee disse com uma voz séria tentando acalmar a amiga.
-Lyse calma ta tudo bem, foi tudo uma grande confusão me seqüestraram eu recebi um telefonema de alguém a voz parecia muito com a sua eu cai numa armadilha!
Kevin se juntou as duas e disse passando um dos braços envolta dos ombros de Renesmee.
-Eu e a Lyse ficamos muito preocupados amiga, sem saber direito o que tenha acontecido com você e a sua irmã! Nós tivemos aqui pra saber noticias de vocês.
-Ah é e a Bella porque ela desapareceu também o Jacob me disse que vocês duas tinham desaparecido onde a Bella estava?! – Perguntou Lyse um pouco curiosa e desconfiada ao mesmo tempo.
-Eu estava em casa quando recebi o telefonema do seqüestrador da Renesmee e sem penar duas vezes sai correndo para tentar ajuda – lá fui atrás da minha irmãzinha. –Eu respondi com uma voz séria e com uma expressão de profunda tristeza bem convincente. – E o Edward também soube e foi em busca de nós duas para ajudar e no fim das contas deu tudo certo.
Renesmee se abraçou com os amigos e disse com uma voz descontraída.
-O mais importante é que eu e a Bella estamos de volta sãs e salvas longe de qualquer perigo.
Esme se levantou do sofá e disse ajeitando a saia de seu vestido.
-Bom eu vou preparar um refresco pra vocês comemorarem e preparar um lanchinho pra vocês enquanto o almoço não fica pronto.
Esme saiu em direção à cozinha. Eu estava observando Renesmee e os amigos cochichando num canto quando percebi Jacob fazer sinal pra mim dizendo que estava me esperando lá fora para conversarmos.
Eu segui Jacob até a varanda da frente de casa o que será que ele queria falar comigo será que tinha acontecido alguma coisa.
-Algum problema Jake?-Perguntei meio curiosa.
-O que você quer falar comigo?
-Você acha que os amigos da Nessie vão acreditar nessa historia de seqüestro?
Eu encolhi os ombros e disse olhando rapidamente para dentro de casa Renesmee e os amigos agora estavam sentados no sofá conversando animadamente.
-Acho que sim pelo menos a Lyse me pareceu convencida acho que não teremos problemas com isso.
-Que bom Bella. -Respondeu Jacob parecendo mais aliviado.
-Pelo menos não precisaremos ir embora de Forks... Estava com medo de que isso pudesse acontecer caso a Lyse desconfiasse de algo.
-Ainda bem que deu tudo certo eu não ia agüentar ficar sem a Nessie e talvez eu não tivesse coragem de abandonar a matilha.
-Você acabaria vindo com a gente Jacob, você ama a Renesmee da mesma forma que eu até mais intensamente pra falar a verdade se as coisas continuarem assim logo ela vai descobri sobre o imprinting.
Jacob deu uma risada e disse meio sem jeito.
-É você tem razão eu acabaria indo com vocês pra onde quer que vocês fossem.
O restante da tarde foi tranqüilo o sol estava se pondo quando os amigo de Renesmee foram embora. Eu estava de pé na varanda da casa observando o por do sol quando Edward se aproximou de mim passou um de seus braços pela minha cintura e disse.
-No que você está pensando?
Virei-me ficando de frente pra ele e disse encostando minha cabeça em seu ombro.
-Em nada de muito importante... Estava aqui pensando em tudo que aconteceu e como tivemos sorte de termos conseguido vencer os Volturi de novo. Será que eles vão nos deixar em paz dessa vez?
Edward beijou o topo da minha cabeça e disse passando a mão em meus cabelos.
-Não temos mais com o que se preocupar Bella dessa vez os Volturi realmente desistiram agora finalmente teremos nosso final feliz pra todo sempre.
Dei uma risada e disse dando-lhe um beijo de leve nos lábios.
-Para todo sempre? Você promete?
Ele deu uma risada e disse passando o outro braço envolta da minha cintura também.
-Sim meu amor eu te prometo para to o sempre pelo resto da nossa imortalidade.
Então passei meus braços envolta do pescoço dele e o beijei cheia de paixão, eu não tinha porque me preocupar eu tinha uma eternidade para ser feliz ao lado do meu marido e das pessoas que eu realmente amava dessa vez eu iria ser feliz para sempre e sempre como Edward me prometera depois de nosso casamento.



FIM
Escrito por: Biah Santos

Continuação do Cap. 15

Renesmee disse um pouco confusa sem entender direito a idéia que Esme tivera.
-Mais porque iriam querer me seqüestrar vovó? Eu acho que a Lyse não iria acreditar nisso!
Eu mordi meus lábios e disse começando a compreender a idéia que Esme tivera.
-Sua avó está certa Renesmee, se você for bem convincente a Lyse pode acreditar nisso Esme está certa só precisamos agora combinar o que dizer para não dar tudo errado.
-Ta bom já que vocês acham que essa é uma boa historia tudo bem então!O que vamos dizer a Lyse?
-Vamos dizer que você e Bella estavam em casa sozinhas quando você recebeu o suposto telefonema dela te chamando para ir para o piquenique na clareira, e a Bella achou que não teria nenhum problema e deixou você ir.
-Ta e como vamos explicar o sumiço da minha mãe pra Lyse?
-Muito simples nós podemos dizer que depois que você saiu eu recebi um telefona dos seqüestradores e sai correndo desesperada pra tenta te achar que eu fiquei com medo de que eles fizessem algo com você.- Eu respondi com uma voz seria olhando Renesmee nos olhos.
-Hum... É eu acho que a Lyse pode acreditar nisso até que a historia faz sentido estou começando achar que essa historia de seqüestro pode dar certo.
Esme se levantou foi até Renesmee deu-lhe um beijo no rosto e disse abraçando-a.
-É claro que vai dar certo Nessie eu e a sua mãe temos razão, não tem com que se preocupar vai dar tudo certo meu anjo.
Nesse mesmo momento Jacob entrou acompanhado por Lyse e Kevin os amigos de Renesmee.
-Oi. Bom dia tudo bem pessoal?!
-Oi Jacob bom dia, tudo bem?!-E virando-me para Lyse e Kevin disse sorrindo. –Oi bom dia tudo bem com vocês?!
Lyse olhou para mim e disse correndo na direção da Renesmee abraçando-a.
-Oi Bella, tudo bem sim! –Ela abraçou Renesmee se afastou um pouco e disse parecendo bastante preocupada. - Nessie amiga como você está o que aconteceu p Jacob foi me procurar pra saber se eu tinha te visto onde você esteve?!